Nada está voltando para casa, ou pelo menos é o que ela pretende. Quando ela volta para o Líbano Nada percebe que é uma estrangeira em seu próprio país. Mas ainda existe um lugar que ela chama de casa. Uma casa que está em ruínas, abandonada, e assombrada pela presença de seu avô que desapareceu misteriosamente durante a guerra civil. Algo de muito violento aconteceu nessa casa. Nada é uma jovem que começa a procurar a verdade sobre seu avô e acaba se descobrindo. Duração: 1h 38m

Nossa avaliação:

Enredo
Elenco
História
Trilha sonora
Desenvolvimento
Direção
Cenário
Média

O longa narra o difícil retorno de Nada ao lar, e ao seu país. A moça parece ter enterrado seu passado junto com seu avô e suas memórias.

Agora Nada volta ao Líbano com a difícil tarefa de superar a hostilização das pessoas de sua comunidade e tentar resgatar a verdade sobre seu avô. Procurando uma coisa, Nada se depara com outra, a verdade sobre si mesma, sua família, e vai usar argumentos fortes para transformar sua casa que agora está sob ruínas em um novo lar.

O longa aborda o difícil retorno de quem teve que deixar o país por causa de conflitos, e agora retorna com a tarefa de resgatar sua identidade perdida.

Golshifthe Farahani interpreta Nada, uma jovem bonita e inteligente que passou muitos anos nos Estados Unidos. Quando ela chega no Líbano encontra a casa onde morou com o avô e seu irmão em ruínas. Nada começa então uma limpeza não só na casa, mas em sua alma. Se retornar depois de muitos anos já é difícil, será ainda pior ser aceita na pequena comunidade em que vivia.

Pelos flashbacks, acompanhamos a infância de Nada com seu avô e seu irmão naquela casa que guarda os mistérios e verdades sobre o passado que podem determinar o futuro. Verdades muitas vezes bem tristes. Difícil até de aceitar que aquilo realmente aconteceu.

A única coisa que me incomodou um pouco nesse filme foi a velocidade como a história se desenrola. De Volta é muito lento, apesar do roteiro interessante.

De Volta (Go Home) estreia nos cinemas nacionais dia 1 de Fevereiro com distribuição da Esfera Filmes.

Avaliação dos leitores:

Assistiu o filme? Concorda com a crítica? Deixe sua nota, logo abaixo:

[Total: 0    Média: 0/5]

Autor Sil Ramalho

Adoro filmes. Não ligo para o gênero, desde que ele seja um bom entretenimento. Foi pensando nisso que resolvi abrir um site e escrever sobre o que acontece neste universo mágico. Aqui no Fila da Pipoca vou falar de tudo um pouco: curiosidades do cinema, alguns posts bem humorados, bastidores, celebridades, enfim...tudo como se fosse uma conversa. Só vai faltar o café, pão de queijo, refrigerante, o que você quiser para sentirmos que estamos juntos, sentados em lugar bem agradável falando sobre o que mais gostamos: Cinema!

Mais postagens de Sil Ramalho

Concorda? Discorda? Deixe seu comentário!